Now Playing Tracks

Entenda, apenas entenda. Nada é como quer que seja, tudo que é bom pode se tornar ruim, pode te machucar. Um dia a pessoa que você mais gosta poderá ir embora, poderá partir, te abandonar ou te esquecer. Aquele que prometeu, pode não cumprir e aquele que você considera amigo, no fundo só quer seu mal e aquele que você não considera nada, é o que te quer ver bem e feliz. Quando está tudo para dar certo, pode tudo dar errado e quando você está feliz, do nada você pode estar mal. Mesmo que só saiba cometer erros nas tentativas de conseguir, não é por isso que deve ser sentir fraco e incapaz, se não for para ser, não é para ser. Sua humildade, seu sorriso, seu jeito, sua sinceridade, sua conversa, seu abraço, sua amizade, sempre vai ser algo bom para alguém, não se sinta uma pessoa feia, ninguém é feio. Entenda que você não pode julgar os outros, assim como eles não devem te julgar, entenda também que a vida é isso aí, altos e baixos, como uma montanha-russa. SEMPRE arranje motivos para sorrir. Os seus sonhos poderão virar realidade, se não virarem, não desista, há tanta coisa que pode acontecer, são tantas coisas que podem mudar e trocar de lugar. A vida é simples, mas nada fácil. Há limites, não ultrapasse-os, só se for para valer a pena. Não sonhe tão alto, o seu tombo pode ser muito maior ao despertar. Viva o presente e pare de viver o passado, o que aconteceu não pode ser mais mudado. Para mim a sorte é Deus, então, se você tem Ele no seu coração, você já tem grandes condições de conseguir o que quer. Entenda… acredite.”  —

(Fonte: paulaferfer)

  • Ele:

    Boa noite, pequena.

  • Ela:

    Boa noite.

  • Silêncio.

  • Ele:

    Já dormiu?

  • Ela:

    To quase. Porquê?

  • Ele:

    Nada.

  • Silêncio de novo.

  • Ele:

    Pequena?

  • Ela:

    Fala.

  • Ele:

    Você sabia que você foi a melhor coisa que já me aconteceu?

  • Ela:

    Ah, obrigada.

  • Silêncio de novo.

  • Ele:

    Ainda tá acordada?

  • Ela:

    TÔ, CARALHO. FALA LOGO.

  • Ele:

    Nada não, esqueci.

  • Ela:

    PORRA, ALÉM DE NÃO DEIXAR A GENTE DORMIR, AINDA É POR BESTEIRA. BOA NOITE.

  • Ela dorme e ele começa a rabiscar algumas palavras em um pedaço de papel enquanto uma lágrima escorre de seu rosto.

  • Ela acorda, vê o lado da cama vazio e um bilhete, parcialmente molhado.

  • "Bom dia, meu anjo. Dormiu bem? Espero que sim. Peço desculpas por ontem à noite, mas eu precisava ouvir sua voz antes de dormir. E hoje saí logo cedo, pra uma última caminhada no parque. Lembra que eu disse que fui ao médico há 6 anos, antes de nos conhecermos e ele diagnosticou câncer de laringe? Então, era verdade. Mas o que não te disse é que ele disse que eu tinha 6 anos de vida apenas. E lembra semana passada quando eu fui ao médico, tossindo muito? Ele disse que eu não passaria por essa noite. E lembra que você acordou várias vezes a semana toda comigo tossindo e cospindo sangue? Pois é. Era meu corpo avisando que eu tava no fim. Mas não queria te assustar. Antes de eu partir, espalhei pela casa algumas surpresas. Quero que tire o dia para encontrá-las. Te amo, meu amor. Para sempre".

  • Com lágrimas nos olhos, ela desce a escada, que estava coberta de margaridas, sua flor favorita. Chegando à sala, um filhote de cachorro com um lacinho no pescoço dormia no sofá. Havia um bilhete:

    "Sempre quisemos um filho, se lembra? Aqui está.". Ela fez carinho nele e foi à cozinha, chorando. Uma mesa de café da manhã montada: pães, patês, geléias, sucos, frutas, café... E uma foto dele na outra ponta da mesa, onde costumava se sentar. Um bilhete: "Tome um café comigo.". Depois de uma farta refeição, ela caminhou para o jardim. No banco onde costumavam se sentar e ver o pôr do sol, uma caixinha. Dentro, uma aliança com os dizeres "Sempre seu".

We make Tumblr themes